[ editar artigo]

Em tempos de Pandemia, uma reflexão...

Em tempos de Pandemia, uma reflexão...

Em tempos de Pandemia (COVID 19), celebramos cinco anos de Laudato si.

Pe. César Braga de Paula

Laudato si é uma carta encíclica do Papa Francisco sobre o cuidado da casa comum. O Papa inicia esta carta expressando seu título em português: “Laudato sejas, meu Senhor.” Recorda que é um cântico gracioso que se pode comparar a uma irmã, com quem partilhamos a existência, mas também podemos vê-lo como uma mãe que nos acolhe nos braços.

“Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa e produz variados frutos com flores e verduras.” (Cântico das criaturas, 263)

“Esta irmã clama contra o mal que provocamos por causa do uso irresponsável e do abuso dos bens que Deus nela colocou.” Que males você encontra na sua cidade ou no seu bairro que têm provocado uma dominação ou um saqueamento da mãe terra? Isto decorre do coração humano ferido pelo pecado.

Na atualidade estamos vivendo um mal entre nós. Fomos surpreendidos pelo corona vírus que de repente mudou a vida da humanidade em todo o mundo. Todos passaram a viver no isolamento social. Este mal tem mexido muito com a vida das pessoas. O lema usado pelos governantes é: “fique em casa”. Para os que têm casa poderia ser um momento bom de ficar com os seus em casa. Mas há um mal entre nós: todos têm casa? todos têm casas dignas? No nosso país muitos estão vivendo abaixo da linha mínima de dignidade. Podemos refletir nos que não têm casa, nos que perderam o emprego, nos que ainda não receberam o auxílio emergencial. Assim, surgem algumas perguntas:

  1. Vivo somente pensando em mim e na minha família?

  2. Que planeta ou em que mundo queremos viver?

  3. Que nos ilumina a Palavra de Deus e a carta do Papa Francisco?

É urgente uma mudança radical! A Bíblia fala da misericórdia que significa sentir desde as entranhas. Sentir a mudança significa conhecer a realidade onde estamos situados e fazer-se um com o outro que sofre. Todos estamos interligados. Este é o lema da celebração dos cinco anos da carta do Papa: Laudato si. Nela vamos encontrar muitas reflexões para aprofundarmos. Seja agora ou depois da pandemia, os cristãos são chamados a uma conversão em totalidade, isto é, nos sistemas econômicos, sociais, educacionais, políticos e de vivência da fé.

Diz o papa que “Toda a pretensão de cuidar e melhorar o mundo requer mudanças profundas nos estilos de vida, nos modelos de produção e de consumo, nas estruturas consolidadas de poder, que hoje regem as sociedades.” “

“O progresso humano autêntico possui caráter moral e pressupõe o pleno respeito pela pessoa humana, mas deve prestar atenção também ao mundo natural e “ter em conta a natureza de cada ser e as ligações mútuas entre todos, num sistema ordenado.” Assim, a capacidade de o ser humano transformar a realidade deve desenvolver-se com base na doação originária das coisas por parte de Deus. (LS n. 5) Vamos continuar refletindo sobre este tempo e esta carta do Papa unidos por uma preocupação comum. Qual a sua visão do momento atual? Que sugestões podem ser dadas para um compromisso com a nossa casa comum? Que ideias podem ser partilhadas em favor dos que mais sofrem neste momento? Na sua cidade há iniciativas em favor deles? Na sua comunidade de fé tem havido compromissos efetivos neste cinco anos de celebração da encíclica do Papa Francisco?

 

Viver em Cristo
Padre César Braga de Paula
Padre César Braga de Paula Seguir

Padre César Braga de Paula. Ordenado há 20 anos. Trabalhou com paróquias, vocações e professor da PUCPR, campus Londrina. Também trabalhou no Conselho Episcopal Latinoamericano -CELAM, com sede em Bogotá, no Departamento de Vocações e Ministérios.

Ler conteúdo completo
Indicados para você